Perfil do Egresso

PERFIL DO EGRESSO

O primeiro e significativo objetivo relativamente ao perfil do egresso do Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo é a sua formação completa no que diz respeito à pesquisa e à docência. Nesse sentido, pretende-se que o egresso do Programa seja um indivíduo apto a:

- contribuir com o ensino superior e com a pesquisa no que concerne aos estudos comparativos de Literaturas de Língua Portuguesa;

- atuar, por meio de sua inserção, em instituições de ensino e pesquisa públicas e privadas, nacionais e internacionais, na promoção da língua portuguesa em âmbito global;

- ser um profissional criativo, que busque soluções aos problemas teóricos e práticos do cotidiano, tendo em vista uma visão de mundo que entenda a realidade em sua historicidade, problematizando e questionando verdades universais e absolutas;

- ser um sujeito agente e transformador na sociedade no que se refere ao trabalho com as culturas de língua portuguesa, inserindo-se nos debates institucionais.

Com esse perfil, é objetivo do Programa que seu egresso atue como protagonista no espaço social, promovendo o estudo das literaturas e culturas de língua portuguesa e procurando sempre discutir e contestar, também no âmbito de seu espaço de trabalho, as muitas e diversas formas de discriminação que ainda integram a realidade de uma sociedade pluricultural como a brasileira. Esse trabalho vem sendo, cada vez mais, consolidado na medida em que é significativo o número de egressos do Programa que atuam como docentes-pesquisadores em universidades do Brasil e do exterior.

O Programa tem suas atividades de ensino e pesquisa profundamente imbricadas, possibilitando aos alunos uma interação sistemática com as atividades desenvolvidas no Programa de Estudos Comparados, na medida em que participam de grupos de pesquisa, matriculam-se em disciplinas indicadas por seus orientadores dentro e fora do Programa, desenvolvem projetos individuais ao mesmo tempo em que estão inscritos em projetos coletivos oriundos dos grupos de pesquisa do Programa, participam e coordenam encontros sistemáticos de estudos, participam e supervisionam estágios de docência junto à graduação pelo Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) da USP. São incentivados sistematicamente a participar de eventos do Programa, de outros Programas da USP e de outras IES do Brasil e do exterior, a publicar em periódicos de referência, a publicar capítulos de livros, bem como, organizar coletâneas de livros junto aos docentes do Programa.

São igualmente incentivados a refletir sobre as condições da política educacional brasileira, percebendo a realidade do Ensino Básico do país e as possibilidades de inserção junto às redes públicas dos Estados brasileiros.

Os pós-graduandos de Estudos Comparados realizam suas pesquisas, organizam e participam de eventos, publicam resultados de suas pesquisas, e permanecem em contato com a graduação por intermédio do Programa de Aperfeiçoamento do Ensino da USP e dos grupos de pesquisa que contam com alunos da graduação desenvolvendo pesquisas de iniciação científica.

Vale destacar que os discentes estão integrados à Comissão Coordenadora da Pós-Graduação (CCP) e ao Conselho Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, participando das reuniões mensais dessas duas instâncias administrativas e, ativamente, da gestão acadêmica. Desde 2013, é realizada semestralmente uma reunião da CCP com todos os alunos do Programa, em que são discutidas as Normas do Programa, gestão de bolsas de pesquisa, atividades acadêmico-científicas e produção intelectual. A cada 2 anos, concomitantemente à eleição de nova CCP, realiza-se também a eleição dos representantes discentes para a CCP.

USP desenvolve pesquisa para mapear perfil de ex-alunos